Campus da Indústria sedia Fórum SAE BRASIL da Mobilidade

Evento debate potencial energético e tecnológico brasileiro para a redução de emissões de CO2. Centro de Mobilidade do Senai Paraná promove Driving Day para experimentação de veículos híbridos e elétricos

Painel exclusivo do Senai Paraná aponta para a necessidade de formação de mão de obra voltada para esse novo mercado emergente nacional

Nos dias 3 e 4 de agosto o Campus da Indústria do Sistema Fiep, em Curitiba, recebe a 19ª edição do Fórum SAE BRASIL da Mobilidade, com o tema “Evolução e Revolução do Modelo mais Eficiente e Sustentável”. Organizado em nove painéis temáticos, seguidos de debates sobre tecnologias para o futuro em um cenário mundial de profundas transformações dos mercados, o encontro reunirá especialistas em diversas áreas da mobilidade, debatendo também sobre novas fontes de energia e controle de emissões para a mobilidade de baixo carbono. 

“A descarbonização do setor automotivo é algo maior e mais abrangente do que apenas a introdução dos carros elétrico, híbrido e flex, que são ferramentas importantes para atingirmos esse objetivo, considerando as estratégias de cada empresa, características e matriz energética de cada país”, aponta Pablo Di Si, chairperson do evento e CEO do Grupo Volkswagen na América e CEO da Volkswagen na América do Norte. “Temos que refletir em como chegaremos ao CO2 neutro nas operações e o 19º Fórum SAE BRASIL da Mobilidade se propõe a isso”, acrescenta. 

“Nesse momento crucial para a definição de estratégias e tomada de decisão para a competitividade brasileira no cenário da mobilidade do futuro, o Fórum SAE BRASIL da Mobilidade levanta o debate entre os principais players do mercado e mostra o potencial energético e tecnológico brasileiro para a redução de emissões”, diz Camilo Adas, presidente do conselho da SAE BRASIL. 

Além de discutir questões relacionadas à diminuição do CO2 e estratégias relacionadas ao potencial energético brasileiro para híbridos e elétricos, o evento, por meio de painel exclusivo com o pesquisador do ISI Eletroquímica do Senai Paraná e Especialista em Veículos Elétricos Valério Marochi, aponta para a necessidade de formação de mão de obra voltada para esse novo mercado emergente nacional. 

“A parceria entre SAE BRASIL e Senai configura uma alavanca para o desenvolvimento do conhecimento, competências futuras e de novas tecnologias na eletromobilidade. A SAE BRASIL é a casa do conhecimento da Mobilidade Brasileira e a Fiep é a casa da mobilidade no Paraná. Esta sinergia e parceria fortalece ainda mais o desenvolvimento de projetos conjuntos de inovação e, cada vez mais, contribui para o desenvolvimento, crescimento e perenidade das indústrias no Estado, com geração de empregos para um ecossistema de mobilidade sustentável”, diz Renato Faria, diretor da Seção Regional Paraná da SAE BRASIL. 

Segundo ele, o Brasil tem uma matriz energética diferenciada frente à outras regiões do mundo, o que permite gerar soluções de fato inovadoras pela engenharia brasileira e não apenas em eletromobilidade, que atenderão as necessidades específicas do nosso mercado. “Já exportamos conhecimento da engenharia brasileira para várias regiões do mundo. Acreditamos que, por aqui, vamos ter essa tecnologia consolidada como nicho de mercado no longo prazo, para veículos 100% elétricos e participação mais expressiva de híbridos, nossa vocação”, acrescenta. 

Mercado brasileiro precisa formar profissionais para o setor da eletromobilidade 

Segundo dados da Associação Brasileira do Veículo Elétrico (ABVE), o total da frota nacional de leves eletrificados superou a marca dos 100 mil veículos eletrificados em circulação no país desde o início da série histórica, em 2012. 

Assim como o aumento na frota cresce, em igual proporção, a busca por profissionais habilitados para trabalhar não apenas nas linhas de frente das montadoras, mas, também, no setor da reparação automotiva. 

É necessário estar atento às novas práticas relacionadas à segurança e procedimentos de abordagem em manutenções, diagnósticos ou mesmo panes e acidentes relacionados aos veículos híbridos e elétricos”, diz Valério Marochi, painelista do 19º Fórum SAE BRASIL da Mobilidade, Especialista em Veículos Elétricos e pesquisador do ISI Eletroquímica do Senai Paraná. “A mudança dos veículos movidos à combustível para híbridos e elétricos demanda não somente novos conhecimentos do ponto de vista dos novos sistemas e componentes integrantes do powertrain, como bateria, eletrônica de potência e máquinas elétricas, mas, exige, em igual proporção, conhecimentos inerentes aos riscos relativos aos sistemas de alta tensão veicular”, acrescenta. 

Segundo o especialista, além dos veículos em si, existe também a demanda por adequação de infraestrutura, mão de obra qualificada e políticas de incentivo tendo em vista o novo paradigma automotivo da mobilidade sustentável. “Faz-se necessário preparar mão de obra capaz de compreender os novos paradigmas da mobilidade e também absorver e desenvolver novas e emergentes tecnologias de propulsão, apontando para as oportunidades de posicionar o Brasil entre os produtores/desenvolvedores de tecnologias inovadoras e estratégicas para esse segmento do setor industrial”, alerta Marochi. 

É a partir desse ponto de alerta que Marochi irá conduzir, no dia 3 de agosto, às 18 horas, a palestra “Capacitação Profissional para a Eletromobilidade”, dentro do Painel 6 – Profissional do Futuro na 19ª edição do Fórum SAE BRASIL da Mobilidade. 

“Vou apresentar um benchmarking internacional sobre ocupações na área da eletromobilidade e apontar as principais tendência de mercado para formação de novos profissionais, também com base no roadmap Automotivo e de Autopeças 2031 elaborado pelo Observatório da Indústria do Sistema Fiep”, explica. “Quem participar da conversa terá uma visão de futuro relacionada à cadeia automotiva paranaense com foco no ponto de vista dos recursos humanos, papel e importância das instituições de ensino e pesquisa, bem como associações e entidades de classe relacionadas ao tema”, acrescenta. 

O roadmap Rotas Estratégicas para o Futuro da Indústria Paranaense – Automotivo e Autopeças 2031, é um estudo elaborado pelo Observatório da Indústria do Sistema Fiep e que tem entre seus objetivos identificar tendências e tecnologias-chave para a indústria do Paraná. Valério Marochi integra a lista dos 110 membros da equipe de inteligência coletiva dedicada ao estudo e formulação do documento. 

Senai Paraná promove Driving Day para experimentação de veículos híbridos e elétricos durante Fórum SAE BRASIL da Mobilidade 

Em ação paralela ao 19º Fórum SAE BRASIL da Mobilidade, o Centro de Mobilidade Sustentável e Inteligente (CMSI) do Senai Paraná promove a ação Driving Day para experimentação de veículos híbridos e elétricos. 

Com entrada gratuita e aberto ao público em geral, o Driving Day acontecerá nos dias 03/08 e 04/08, das 9h às 12h e das 13h às 16h30, no estacionamento em frente ao Bloco B (bandeiras) do Campus da Indústria do Sistema Fiep, no bairro Jardim Botânico, em Curitiba. 

“A ação tem como objetivo oportunizar à comunidade em geral uma experimentação em veículos híbridos, elétricos e também de micromobilidade como patinetes, bikes, skates e afins”, explica Valério, que também atuou durante quatro anos como supervisor do CMSI do Senai Paraná. 

Pessoas a partir de 18 anos com Carteira Nacional de Habilitação poderão realizar o test drive nos veículos Kwid E-Tech e Zoe (Renault); ID.3 (Volkswagen); C40 (Volvo); e BYD (Tan). 

Já na linha dos veículos pesados, o visitante poderá conhecer um caminhão protótipo da Bosch; dois caminhões elétricos nacionais Volkswagen modelo e-Delivery; e uma van da Mercedes. Quem preferir, também poderá embarcar no caminhão conceito da Volvo e participar dos testes de condução ao lado de um piloto-condutor da montadora. 

“Os veículos estarão o tempo todo acompanhados de representantes das marcas/empresas, seja na exposição ou durante os test drives. Além disso, uma vez que o fórum estará acontecendo concomitantemente ao Driving Day, diversos especialistas no tema estarão congregados no mesmo espaço/ambiente, propiciando conversas e trocas de ideias de forma orgânica”, finaliza Valério. 

Hackathon SAE 2022 

Além dos painéis, a programação do 19º Fórum SAE BRASIL da Mobilidade inclui o desafio Hackathon SAE 2022, que provoca estudantes (menores aprendizes, técnicos, estagiários, graduação, especialização, mestrado e doutorado) a pensar criticamente sobre o tema do fórum este ano. 

Realizado nas dependências do Habitat – HUB de Inovação do Senai Paraná, no Campus da Indústria do Sistema Fiep, o Hackathon é um evento paralelo ao Fórum, focado no estímulo ao desenvolvimento de aptidões como liderança, espírito de equipe, planejamento e capacidade de vender projetos e ideias. 

A partir de uma rodada colaborativa de ideação, na qual os participantes passarão por uma jornada de inovação baseada na metodologia do design thinking, com as fases de ideação e prototipação de um novo modelo de negócio, produto ou serviço, os estudantes terão que apresentar para uma banca de avaliadores soluções tecnológicas inovadoras que respondam aos desafios do mercado relacionados ao tema central da 19ª edição do Fórum SAE BRASIL da Mobilidade. O projeto premiará as três primeiras equipes que apresentarem as melhores propostas relacionadas ao tema. 

SERVIÇO: 

19º Fórum SAE BRASIL da Mobilidade 

Palestra “Capacitação Profissional para a Eletromobilidade” com Valério Marochi – Especialista em Veículos Elétricos e pesquisador do ISI Eletroquímica do Senai Paraná 

Data: 03/08 

Horário: 18h 

Local: Campus da Indústria do Sistema Fiep – Av. Comendador Franco, 1341 – Jardim Botânico 

A programação completa do evento e formulário para inscrição estão disponíveis neste link. 

Driving Day para experimentação de veículos híbridos e elétricos – aberto ao público e gratuito

Data: 03/08 e 04/08 

Horário: 9h às 12h e das 13h às 16h30 

Local: estacionamento em frente ao Bloco B (bandeiras) – Campus da Indústria do Sistema Fiep – Av. Comendador Franco, 1341 – Jardim Botânico

About Author